quarta-feira, 25 de março de 2015

Ensinamentos para matar não-muçulmanos são encontrados em escola indonésia


Ensinamentos para matar não-muçulmanos são encontrados em escola indonésia
Princípios do islã fundamentalista semelhantes à ideologia defendida pelo Estado Islâmico têm sido ensinados em escolas públicas da Indonésia. Um livro de assunto religioso islâmico usado em uma escola secundária na província de Java Oriental carrega uma afirmação de que "as pessoas que adoram outro deus que não seja Alá (não-muçulmanos) devem ser mortas".
Esta descoberta levantou uma preocupação crítica entre os meios de comunicação locais, que relataram um sinal de infiltração mais profunda do Estado Islâmico no sistema de ensino da Indonésia. Alguns canais da mídia suspeitam que os livros foram igualmente distribuídos para outras províncias.
Apesar de os ensinamentos fundamentalistas serem comuns em internatos islâmicos, foi a primeira vez que eles chegaram a escolas do governo, onde a maioria dos jovens indonésios estuda. "Estes livros podem impulsionar ainda mais a propagação do extremismo no país", disse Sidney Jones, especialista em terrorismo.
Java Oriental é um dos lugares mais hostis para os cristãos indonésios viverem. Lá têm ocorrido muitos assaltos a cristãos, além de um ataque brutal a um evangelista, enquanto ele estava dormindo. A presença de tal literatura pode justificar ainda mais a violência em nome da religião. Ore por esta situação.

Nenhum comentário:

Exposição que mostra pedofilia e zoofilia provoca bate boca entre deputados

Não foi só nas redes sociais que a mostra “QueerMuseu” gerou debates e bate boca. Na noite desta terça-feira (12) o assunto foi amplam...