sexta-feira, 28 de agosto de 2015

O VOTO DE NAZIREU - NÚMEROS 6 E JUÍZES 13


A palavra nazireu  não é uma palavra comum em nossos dias .
A explicação para a palavra Nazireu na enciclopédia Judaica  define que  a palavra Nazireu diz respeito a uma pessoa que faz um voto de se abster por um determinado período ou pela vida toda  de: uvas, álcool, vinho, de cortar os cabelos ou mesmo se aproximar de mortos .

Se abster de vinho , das uvas  , até mesmo do vinagre que tempera uma deliciosa salada  seria o mesmo que se abster dos prazeres que a  vida da .

  O livro dos Números 6,1-21, determina este significado para Nazireu:

Divisão em 3  partes.

1º 
PRIMEIRA FAZE. FRUTO DA VIDE.
1O SENHOR disse ainda a Moisés: 
2“Fala aos israelitas; tu lhes dirás: Quando um homem ou uma mulher fizer um voto especial, o voto do nazireato, de santificação para o SENHOR, pelo qual se consagra a Yahweh como nazireu, 
3abster-se-á de vinho e de bebidas fermentadas, não beberá vinagre feito de vinho ou de bebidas fermentadas, nem tomará suco algum de uvas, e não comerá uvas frescas ou secas. 
4Durante todo o tempo da sua consagração não tomará produto algum da videira, desde as sementes até as cascas.
5Durante o tempo do seu nazireato não raspará a cabeça com navalha; até que se cumpra o tempo pelo qual se consagrou a Yahweh,será santificado e deixará crescer livremente sua cabeleira.
6Durante todo o tempo da sua santificação a Yahweh, não se aproximará de um morto;

SEGUNDA FAZE . CANCELAMENTO DO NAZIREADO .

 7nem por seu pai ou por sua mãe, nem por seu irmão ou por sua própria irmã se tornará impuro, caso venham eles a morrer, visto que traz sobre sua cabeça a consagração de seu Deus.
 8Durante todo o tempo do seu nazireato, período de dedicação especial, estará santificado ao SENHOR, o Eterno.
9Se alguém morrer de morte súbita perto dele, tornando impura sua cabeleira consagrada, rapará a cabeça no dia da sua purificação; no sétimo dia rapará a cabeça.
 10No oitavo dia levará ao sacerdote duas rolinhas ou dois pombinhos, à entrada da Tenda do Encontro.
11O sacerdote oferecerá um, em sacrifício pelo pecado e o outro, em holocausto, e realizará em seguida, sobre esse homem, o rito de expiação, devido à contaminação relativa ao morto. O homem consagrará sua cabeça naquele mesmo dia; 
12ele se santificará ao SENHOR durante todo o tempo do seu nazireato e levará um cordeiro de um ano como sacrifício de reparação. O tempo já decorrido não se contará, visto que sua cabeleira se tornou impura.

TERCEIRA FAZE. UM NOVO VOTO .
13Este é o ritual do nazireu, no dia em que se findar seu nazireato. Conduzido até a entrada da Tenda do Encontro,
 14oferecerá aYahweh a sua oferta: um cordeiro perfeito, de um ano, em holocausto; uma ovelha perfeita, de um ano, em sacrifício pelo pecado; um carneiro perfeito, como oferta de comunhão;
 15um cesto de bolos de flor de farinha, sem fermento, amassada com azeite, e tortas sem fermento, untadas com azeite, acompanhadas das suas oblações e libações, ofertas de cereal e vinho derramado.
 16E o sacerdote, havendo trazido tudo isso perante Deus, o SENHOR, apresentará seu sacrifício para anular pecados e a oferta que será completamente queimada, o holocausto do nazireu. 
17Oferecerá um sacrifício de comunhão com o carneiro e com os ázimos, pães sem fermento, do cesto; o sacerdote também apresentará a oblação e a libação que acompanham o sacrifício.
 18Em seguida o nazireu rapará a cabeleira santificada, à entrada da Tenda do Encontro, e tomando os cabelos da sua cabeça, os colocará no fogo do sacrifício de comunhão. 
19O sacerdote tomará a espádua do carneiro, já cozida, um bolo sem fermento, do cesto, e uma torta sem fermento, e colocará tudo na mão do nazireu, quando este já houver rapado sua cabeleira.
 20E o sacerdote os erguerá em apresentação diante deYahweh; é a parte santa que pertence ao sacerdote, além do peito que é apresentado e da coxa que é reservada. Depois disso o nazireu poderá beber vinho.
21Esse é o ritual do voto nazireu e da oferta dedicada a Yahweh de acordo com a sua separação, sem contar qualquer outra oferta que queira dedicar. Cumprirá, pois, o voto que tiver feito conforme o ritual do nazireu!”

22Então o SENHOR disse a Moisés: 
23“Fala a Arão e a seus filhos e ordena-lhes: Assim abençoareis os filhos de Israel. Direis a eles:
24Yahweh, o Eterno, te abençoe e te guarde.
25Faça o SENHOR resplandecer o seu rosto sobre ti e te agracie.
26Que o Eterno revele a ti a sua face de amor e te conceda a paz!’
27Assim eles invocarão o meu Nome sobre todos os israelitas, e Eu os abençoarei!”

O texto do Antigo Testamento ainda nos mostra que uma vez terminado o período da promessa, a lei prescreve certos sacrifício no templo de Jerusalém, cortar os cabelos e queimá-los.
No Novo Testamento encontramos outras passagens que nos falam do Nazireu. No evangelho de Lucas 1,15 as instruções dadas a Zacarias em relação a João Batista recordam estes votos:
15 “porque ele será grande diante do Senhor; não beberá vinho, nem bebida forte; e será cheio do Espírito Santo já desde o ventre de sua mãe;”.
O evangelista Mateus, de origem Judaica e escrevendo para os Judeus de Jerusalém, mostra em seu escrito que Jesus seria o perfeito Nazireu, ainda ele mostra que no próprio nome de Jesus aparece esta designação. Em Mt 2,23: "e foi habitar numa cidade chamada Nazaré; para que se cumprisse o que fora dito pelos profetas: Ele será chamado nazareno.


Lembremos que Jesus , na ocasião da ceia , fez um voto que esta em cumprimento até hoje .
Quando Ele diz que não mais tomaria do fruto da vide até que o fizesse  no REINO DO PAI , EM MATEUS 26 , VERSOS 29 .

E Ele foi brutalmente atacado pelo diabo , quando na cruz lhe é oferecido vinagre a  beber , que quebraria esse voto caso tivesse acontecido .

O projeto do diabo é fazer com que você quebre seus votos .

Pois  a  palavra de Deus nos diz que se votarmos , não tardamos em cumprir os votos . 

Quando você fizer um voto, cumpra-o sem demora, pois os tolos desagradam a Deus; cumpra o seu voto.
É melhor não fazer voto do que fazer e não cumprir.
Eclesiastes 5:4,5


OBS . O NAZIREADO PODE SER PARA  A VIDA TODA OU APENAS PARA UM PERÍODO DE TEMPO.

Outro detalhe importante é que na cabeça de Sanção tinha 7  tranças , as quais representavam os SETE ESPÍRITOS DE DEUS QUE ESTAVA SOBRE ELE .


QUE SÃO .

(1) o Espírito do Senhor, 

(2) o Espírito de sabedoria, 
(3) o Espírito de entendimento,
 (4) o Espírito de conselho 
(5), o Espírito de poder, 
(6) o Espírito de conhecimento,
 (7) o Espírito de temor do Senhor.

Os "sete espíritos de Deus" são mencionados em Apocalipse 1:4; 3:1; 4:5 e 5:6. Os sete espíritos de Deus não são especificamente identificados, por isso é impossível ser dogmático. Apocalipse 1:4 menciona que os sete espíritos estão diante do trono de Deus. Apocalipse 3:1 indica que Jesus Cristo "tem" os sete espíritos de Deus. Apocalipse 4:5 relaciona esses sete espíritos com sete lâmpadas acesas que estão diante do Seu trono. Apocalipse 5:6 identifica os sete espíritos com os "sete olhos" do Cordeiro e afirma que eles são "enviados por toda a terra."



Em Isaías 11:2, que diz: "Repousará sobre ele o Espírito do SENHOR, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do SENHOR." Isto poderia explicar os sete espíritos de Deus: 

E no momento que Sanção quebra seu voto ( PECAR CONTRA DEUS ) ele perde esse direito .
E tem retirado de sua vida os Sete Espíritos de Deus .



Em suma , Sansão foi levantado por Deus num tempo de opressão. Seu nascimento foi um milagre , pois sua mãe sendo estéril não poderia gerar filhos .

Obs. Todos os que em sua vida tinham um voto de nazireu eram filhos da impossibilidade ,pois suas mães eram estéreis , não tendo a  possibilidade de gerarem filhos .

Vejam João , Samuel , Sanção etc.

Sanção foi consagrado a Deus como nazireu desde o ventre. Tornou-se um portento. Sua força era colossal. Era um jovem prodígio, um verdadeiro gigante, homem imbatível. Seu único problema é que não conseguia dominar seus impulsos. Um dia viu uma jovem filisteia e disse a seu pai: “Vi uma mulher em Timna, das filhas dos filisteus; tomai-ma, pois por esposa […] porque só desta me agrado” (Jz 14.2,3). Seu pai tentou demovê-lo, mas Sansão não o ouviu.
Certa feita, caminhando pelas vinhas de Timna, um leão novo, bramando, saiu ao seu encontro, mas Sansão rasgou esse leão como se rasga um cabrito. Depois de alguns dias passou pelo mesmo local e foi dar uma olhada no corpo do leão morto. 

Estava ali, na caveira do leão, um enxame de abelhas. Sansão pegou um favo de mel nas mãos e se foi andando e comendo dele (Jz 14.8,9). Sansão era nazireu e não podia tocar em cadáver. 

Ele quebrou, ali, o primeiro voto de sua consagração a Deus. Ele procurou doçura na podridão. 
Ele comeu mel da caveira de um leão morto.

Ele não apenas tocou no morto , mas comeu mel da sua carcaça e  ainda levou a seu pai e mãe , os contaminando sem eles saberem , foram contaminados pela omissão de seu filho .

Nesse momento ele já tinha perdido seu voto de nazireu , e deveria ali cortar seus cabelos , re arrepender , e assim ter novamente a permissão de fazer um novo voto .


 Muitos ainda hoje buscam prazer no pecado e procuram doçura naquilo que é impuro. Por isso, perdem a unção, a paz e a intimidade com Deus.
Muitos ministros e  ministérios já perderam seus direitos , e seus líderes precisam se arrependerem , rasparem suas cabeças ( nesse caso é humilhação , pedir perdão , se arrependerem e novamente iniciar os trabalhos ) , pois caso não façam isso , Deus prepara uma DALILA para fazer .

A Bíblia diz que um abismo chama outro abismo. Porque Sansão quebrou o primeiro voto do nazireado, abriu a porta para outras quedas.

 Na festa de casamento, com vergonha de assumir sua posição de nazireu, Sansão fez ali um banquete; porque assim o costumavam fazer os moços (Jz 14.10). 

Sansão preferiu imitar os moços de sua época a posicionar-se como um ungido de Deus. 

Além de não tocar em cadáver, um nazireu não podia beber vinho. Mas, Sansão quebrou mais esse voto de consagração por não ter peito para ser diferente e fazer diferença. 

Daí para frente, sua vida foi de queda em queda. Coabitou com uma prostituta em Gaza (Jz 14.1) e afeiçoou-se a Dalila (Jz 14.4). 

Essa mulher astuta o seduziu e arrancou dele a confissão acerca da origem de sua força. Um nazireu não podia cortar o cabelo, mas a cabeça de Sansão foi raspada. Esse jovem prodígio perdeu sua força. 


O Espírito Santo retirou-se dele. Caiu nas mãos dos filisteus. Estes, lhe vazaram os olhos e escarneceram dele num templo pagão.

Entenda , Dalila simplesmente foi um instrumento de DEUS para levar a Sanção a  justiça , pois se ele não teve a  humildade de reconhecer seus erros , se arrepender e  voltar a  viver uma vida de consagração , Deus prepara alguem que lhe faça cumprir essa ordem .

DALILA , VAI LÁ E  RAPE A  CABEÇA DE SANÇÃO .
Sansão brincou com o pecado e o pecado o arruinou. 
Sansão não escutou conselhos e fez manobras erradas na vida. 
Sansão fez pouco caso de seus votos de consagração e perdeu o vigor de seu testemunho. 
Perdeu sua força e sua visão.
 Perdeu sua dignidade e sua própria vida. 
Vocacionado para ser o libertador do seu povo, tornou-se cativo. 
Porque desprezou os princípios de Deus, o nome de Deus foi insultado num templo pagão por sua causa.
A vida de Sansão é um brado de alerta para a nossa geração. 
Há muitos jovens, que à semelhança de Sansão, não escutam seus pais.
 Muitos jovens, mesmo sendo consagrados a Deus, filhos da promessa, vivem flertando com o mundo, amando o mundo, sendo amigos do mundo e conformando-se com o mundo, procurando mel na caveira de leão morto. 
Muitos crentes têm perdido a coragem de ser diferentes.

 Imitam o mundo em vez de serem luz nas trevas. Fazem suas festas como o costumam fazer aqueles que não conhecem a Deus. 

Transigem com os absolutos de Deus e entregam-se às aventuras, buscando uma satisfação imediata de seus desejos. 
Esse caminho, embora cheio de aventuras e prazeres, é um caminho de escuridão, escravidão e morte. 
O pecado é um embuste. Promete prazer e traz tormento. Promete liberdade e escraviza. Promete vida e mata. 

O pecado levará você mais longe do que gostaria de ir; reterá você mais tempo do que gostaria de ficar e, custará a você um preço mais do alto do que gostaria de pagar.
Exemplificando .
A PRIMEIRA TRANÇA DE SANSÃO
UMA ALIANÇA, UM PACTO COM DEUS
Juízes 13: 5 – A palavra do anjo para a mãe de Sansão foi que ele seria o libertador de Israel desde o ventre. Isso nos mostra que um pacto, uma aliança, foi feito da parte de Deus para com a vida de Sansão, e ao descer a cidade de Timma, Sansão mostra um desvio de conduta.
Vamos dar valor a aliança feita com Deus, pois não temos que agradar a homens, e sim ao Eterno Senhor que fez os céus e a terra. Aquele que perde esta traça fica desprovido de força na hora da batalha.
A SEGUNDA TRANÇA DE SANSÃO
O DESEJO E A VONTADE DE DEUS
Juízes 14:1 e 2 – Sansão vai à cidade de Timma, lugar onde não deveria ir, e lá vê uma mulher e deseja possuí-la. Ao desejar possuir aquela mulher, Sansão contraria a vontade do coração de Hashem.
Quantos de nós não temos em nossos dias desejados coisas que Deus não preparou para nós, pois descemos a lugares imundos os quais não são da vontade do Senhor, e lá vemos aquilo que é agradável aos olhos, mas não é agradável a Deus. Com isso perdemos uma de nossas tranças, OS DESEJOS E A VONTADE DE DEUS.
Deseje aquilo que está no coração de Deus, assim você conservará suas forças, e nenhum enviado do diabo lhe raspará seus cabelos.
A TERCEIRA TRANÇA DE SANSÃO
A PUREZA DAS LEIS DE DEUS
Juízes 14: 8 e 9 – Estes versículos revelam que após matar um leão, mostrando que a força ainda estava com ele, e ao voltar pelo mesmo caminho, vendo o leão morto com uma colméia e favos de mel, Sansão toca no cadáver do leão para buscar o mel e come-lo.
Não há nada mais doce do que as coisas que provém do alto. Ao tocar no impuro, ele contaminou a pureza (leia a mensagem A MOSCA E O PERFUME), e assim perdeu uma de suas tranças valiosas. Busquemos a doçura da palavra de Deus para nossas vidas e fiquemos longe da contaminação com aquilo que é mal.
A QUARTA TRANÇA DE SANSÃO
A ALEGRIA DE DEUS
Juízes 14: 10 e 11 – O relato é que Sansão fez uma festa como era de costume daqueles que não tem um voto de nazireu (Separado, consagrado) para com Deus. Pois o vinho tem como um de seus simbolismos na bíblia, a alegria. Por isso uma das tranças era conservar em alegrar somente a Deus e ser alegrado também somente por Deus. Ao fazer aquela festa, Sansão deseja alegria do mundo.
É por isso que muitos de nossos jovens estão perdidos nas drogas, e nas prostituições deste mundo. Voltemos a ensinar a verdade que o Senhor mandou, e assim vamos conseguir vencer as artimanhas do inimigo.
A QUINTA TRANÇA DE SANSÃO
A CONFIANÇA EM DEUS
Juízes 15: 18 e 19 – Aqui vemos que após uma batalha Sansão que sempre foi suprido, cuidado, protegido por Deus, parece reclamar pela sede que estava sentindo e assim levanta uma murmuração a Deus pedindo água.
Mas a verdade é que após ter perdido as outras tranças, ele já não mais confiava totalmente em Deus. É isso que temos visto nos dias de hoje, pregadores que já não confiam no suprimento de Deus e vivem para arrancar dinheiro do povo. Devemos confiar somente naquele que se assente no trono da graça. Aquele que deu seu unigênito filho por nossas vidas.
A SEXTA TRANÇA DE SANSÃO
FIDELIDADE PARA COM DEUS
Juízes 16: 4 – Agora vemos que Sansão volta a Gaza e ao ver uma mulher prostituta, cujo nome era Dalila, ele se apaixona por ela. Triste coisa praticamos ao adorarmos coisas deste mundo, e o que dizer daqueles que adoram, amam, fazem promessas a imagens feitas por mãos de homem. Mostram-se como Sansão, perderam a trança da fidelidade para com Deus, pois isto é prostituição, e em minha fé me diz que o pecado de adorar um morto, ou sua imagem, e segundo a bíblia isso é comparado ao pecado de prostituição, é o que mais entristece o coração de Deus.
Voltemos a ser um povo fiel, pois o salmista diz que os olhos de Deus procuram os fieis da terra para que estejam com Ele (Sl 101:6).
A SÉTIMA TRANÇA DE SANSÃO
O AMOR E A CONFIANÇA EM DEUS
Juízes 16:15, 16 e 17 – Dalila faz Sansão mostrar que verdadeiramente a amava, e assim ele ao vê-la entristecida ele faz uma revelação, não de sua força, mas de sua última trança. Ele estava perdendo aquilo que poderia ainda fazê-lo retornar ao princípio da força.
Então ao dar mais valor ao amor de Dalila do que ao amor de Deus, diz a bíblia que naquele momento o Espírito de Deus, ou seja, o Espírito Santo foi obrigado a se afastar de Sansão. E quando ele a corda, já não possui a força que outrora possuía, pois já não tinha mais suas SETE TRANÇAS.

CONCLUSÃO
É preciso avaliar nossas vidas, pois pode ser que neste momento alguns amigos leitores dessa mensagem já perderam algumas de suas tranças, os deixando vulneráveis ao inimigo.
Baseado na vida de Sansão eu gostaria de deixar para que os amados leitores meditassem em algumas orientações, para que suas tranças estejam melhor protegidas do perigo.


1)Não despreze seu voto;
2)Dê valor em ser um separado e consagrado para Deus;
3)Não desça em lugares sujos;
4)Não se contamine com as coisas desse mundo;
5)Não despreze o amor de Deus;
6)Não brinque com o pecado;
7)Viva sempre no primeiro amor.

GRITOS DE ALERTA .

Nenhum comentário:

“Não chame meninas de princesas”, diz campanha da Avon

Uma campanha da Avon tem gerado polêmica nas redes sociais por pedir aos pais que não chamem suas filhas de “princesas”, dizendo que o elo...