CABEÇA NO INFERNO , CORPO NA IGREJA ? Cerca de quatrocentos líderes religiosos acessavam site de adultério

Imagem redimensionada


A ação do grupo hacker Impact Team que levou à revelação de uma lista de pessoas cadastradas no site de encontros extraconjugais Ashley Madison causou grande impacto no meio cristão. Ao menos 400 pastores e líderes evangélicos do Canadá e Estados Unidos foram flagrados nos arquivos.

A revelação dos nomes das pessoas que se cadastraram no site para conseguirem encontros extraconjugais causou enorme rebuliço entre os usuários como um todo, com grande destaque por parte da imprensa.

Com o slogan “A vida é curta. Curta um caso“, o site se tornou alvo dos hackers, incomodados com o incentivo à infidelidade conjugal, mas principalmente, indignados com a mentira contada pela empresa responsável de que todos os dados seriam apagados dos registros, caso os usuários contratassem um serviço específico.

“Para os invasores, esse serviço é uma fraude, pois as informações de pagamento do usuário – incluindo o nome completo – continuam armazenadas pela empresa”, comentou o especialista Altieres Rohr, no blog Segurança Digital, do G1. Assim, para provar que o site mentia, os hackers invadiram e revelaram a lista de usuários cadastrados.

Nos Estados Unidos, quem está chamando mais a atenção da imprensa é o cristão conservador Josh Duggar, que prega (ou pregava) na TV a cabo a constituição da tradicional família, de homem casado com mulher.

Duggar admitiu que tem sido hipócrita, pediu perdão e colocou a culpa em sua vida dupla no diabo. Sua mulher disse que vai manter o casamento porque acredita na regeneração do marido.

Outro militante cristão nacionalmente conhecido nos Estados Unidos que frequentava o site de traição é o jovem Sam Rader.

Em um canal no Youtube, Rader pregava a importância da fidelidade e orientava os casais a terem um bom relacionamento com base nos ensinamentos de Jesus. Ele dizia que a família é a sua paixão. 

Rader nunca aceitou a formação de casais homossexuais.

Na lista de nomes vazados está também o de Hamza Tzortzis, um apologista muçulmano e professor de educação islâmica.

Em consequência do vazamento de dados do Ashley Madison, intensificou-se nos Estados Unidos o debate sobre a fragilidade da privacidade na internet dos cidadãos.

O ex-congressista Barney Frank, por exemplo, comentou na TV que o direito à privacidade tem de ser respeitado. “Mas não existe o direito à hipocrisia.”

Sobre o escândalo envolvendo os líderes cristãos, o teólogo e escritor Ed Stetzer publicou um artigo no site em inglês da revista Cristianismo Hoje e avaliou a situação como “embaraçosa” para as igrejas evangélicas.

“Este é um momento significativo de embaraço para a igreja e que deveria ser. Para ser honesto, o número de pastores e líderes de igrejas no Ashley Madison é muito menor do que o número de aqueles que procuram ter um caso. No entanto, ainda há muito que devemos considerar no meio do embaraço”, escreveu.

De acordo com Stetzer, centenas de líderes cristãos deverão renunciar aos seus cargos nas próximas semanas, e destacou que o efeito desse escândalo pode ser tão intenso nas igrejas quanto nas famílias dos envolvidos: “Raramente as pessoas consideram um grupo mais afetado pela falha de um pastor, um grupo maior do que até mesmo própria família do pastor, que está enfrentando o peso principal da dor agonizante”.

Como sugestão, Stetzer pede aos cristãos que orem e ofereçam ajuda aos pastores que foram flagrados nesse escândalo: “Seja consistente em seu amor ao seu pastor, que se autodestruiu diante de vocês e cujo mundo acaba de cair. Sem dúvida, é uma ferida auto infligida, mas mesmo assim precisam de cuidados. Falar honestamente, mas com amor. Eu sei que você está com raiva, estou com raiva, e isso é apropriado, mas fique com raiva na graça e com a verdade”.


Fonte: Gospel + e Paulopes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ILLUMINATIS , QUEM SERIA O LIDER DELES NO BRASIL ?

ENTENDA MAIS SOBRE LO-DEBAR “Lo-Debar, nunca mais” (II Samuel 9: 1-13) nos links

COMO FAZER UM ESBOÇO PARA PREGAÇÃO - Aprendendo a fazer um esboço de pregação.