quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

ABORTISTAS MATADORES - Com figurino macabro, Daniela Mercury defende o aborto no carnaval

A cantora Daniela Mercury chocou os foliões que acompanharam sua participação no carnaval de Salvador. Para promover sua nova música, “Rainha Má”, Daniela Mercury saiu de dentro de um caixão e adotou um visual macabro com chifres e referências a maldições.
Os dançarinos, todos vestidos com roupas de esqueleto, foram os encarregados de abrir a tampa do caixão de onde saiu Daniela Mercury. Depois, carregaram a cantora nos braços.
Mas as esquisitices não pararam por aí. Daniela e sua equipe de dançarinos – todos vestidos de vermelho e preto – encenaram uma “maldição”. O público que acompanhava o Bloco do Crocodilo, que convidou a cantora, ficou chocado com a temática da artista.
O mais impressionante, contudo, foi o “protesto político” que ocorreu durante a apresentação macabra. Daniela e seus dançarinos aproveitaram a grande multidão que os acompanhava nas ruas de Salvador e fizeram apologia a legalização do aborto em pleno carnaval.
Quando o trio da cantora passou na frente do Camarote Salvador, os dançarinos de Daniela Mercury levantaram várias placas com os dizeres “O corpo é meu”, “Descriminalização do aborto”, “Me respeite” e “Eu não aceito ser estuprada”. Com informações G1 e O Fuxico

Nenhum comentário:

Pastor é sequestrado e queimado vivo com as mãos amarradas, na África

Martin Beneke, de 45 anos, era pastor sênior e fundador da Life in Christ Network. O corpo de um pastor sul-africano foi encontrado tot...