terça-feira, 2 de junho de 2015

Milhares protestam contra a série `Lúcifer´, lançamento da Fox em 2016


    Milhares protestam contra a série `Lúcifer´,  lançamento da Fox em 2016
Milhares de mães reuniram suas assinaturas contra "Lúcifer", uma nova série prevista para ser exibida em 2016 pelo canal americano Fox. A petição, que está aberta nos sites The American Family Association e One Million Moms (Associação da Família Americana e Um Milhão de Mães, em tradução livre), afirma que o programa "descaracteriza Satanás" e "zomba da Bíblia."
"A série retrata Lúcifer como um bom rapaz, que está entediado e infeliz como o Senhor do Inferno", relata a petição.
Na narrativa da série, o protagonista Lúcifer Morningstar decide deixar o inferno e se mudar para Los Angeles, a cidade dos anjos, para abrir uma discoteca de luxo chamada "Lux".
Mas Deus se chateia com o fato de Satanás deixar o inferno e envia um anjo chamado Amenadiel para convencer Lúcifer a voltar.
Postada na última quinta-feira (28), a petição do site One Million Moms já rendeu assinaturas de mais de 12 mil "mães preocupadas", e o apoio de mais de 72 mil pessoas noThe American Family Association.
"O programa descaracteriza Satanás, se afasta dos verdadeiros ensinamentos bíblicos sobre ele, e retrata de maneira imprecisa as crenças da fé cristã" argumenta a petição. "Ao colocar esta série no ar, a Fox está desrespeitando o cristianismo e zombando da Bíblia."
A descrição da série pela Fox relata Lúcifer como "charmoso, carismático e diabolicamente belo". Na trama, ele irá ajudar o Departamento de Polícia de Los Angeles depois do assassinato de uma estrela pop na casa noturna Lux, usando sua capacidade de "extrair segredos das pessoas."
Enquanto trabalha com a polícia, Lúcifer se apaixona pela bondade e pureza de uma detetive, fazendo ele se questionar sobre sua própria imoralidade diabólica.
CPAD

Nenhum comentário:

“Não chame meninas de princesas”, diz campanha da Avon

Uma campanha da Avon tem gerado polêmica nas redes sociais por pedir aos pais que não chamem suas filhas de “princesas”, dizendo que o elo...