quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Idealizado por pastor,Projeto Grão de Mostarda,atende crianças carentes


Seguindo um roteiro de implantação de quatro unidades, o Projeto Grão de Mostarda inaugura amanhã, no Bairro Boa Esperança, a segunda estrutura organizada para atender a mais 200 crianças em situação de risco com drogas e prostituição. Inicialmente, em fevereiro, serão selecionadas 100 crianças e, no segundo semestre, mais 100 integrarão o projeto do Boa Esperança.
Conforme a coordenadora do Grão de Mostarda do bairro Maria Vindilina 2, Aline Machado Vargas, o Boa Esperança é onde estatisticamente estão os maiores índices de violência em Sinop. "O projeto vem de encontro com as crianças vítimas desse quadro para que no futuro não se tornem agentes da violência", explicou a coordenadora, que há quatro meses está à frente da unidade que já atende mais de 120 crianças .
O idealizador do projeto, pastor Reginaldo Martins, da Igreja Batista Jardim Botânico, explicou que, assim como na primeira unidade, inicialmente 100 crianças em situação de risco ou incluídas no contexto de prostituição e drogas serão selecionadas para participar de aulas de informática/marketing pessoal, inglês e música (instrumental e vocal) no período em que não estiverem na escola, diariamente. "O trabalho tem como objetivo tirar das ruas crianças em situação de risco e possibilitar um futuro diferente", explicou Martins.
Em 2.011 o Projeto do Maria Vindilina 2 duplicará o atendimento, passando a 200 crianças as aulas de Inglês, Informática, Música e Artes. Conforme Aline, a disciplina de Artes contempla pintura, teatro e leitura, já que a leitura é uma das grandes deficiências das crianças que fazem parte daquela unidade e, desta forma, praticando teatro e interpretação, os resultados são melhores em leitura e, consequentemente, em música, pois as conseguem ler as notas musicais e despertar outros talentos.
Quanto aos resultados, Aline comemora e dá o exemplo que uma mãe foi chamada à escola de educação regular do filho para explicar aos professores qual era o método que estava sendo aplicado à educação de filho, já que havia nitidamente mudado seu comportamento, tanto emocional, quanto em relação ao aprendizado. "As professoras disseram à mãe que geralmente seu filho chega à escola cantarolando músicas diferentes, demonstra sonhos mais altos e ostenta um comportamento feliz, que antes de sua entrada no projeto não apresentava", disse.
Ao todo o projeto contempla quatro unidades iguais às do Maria Vindilina 2 e Boa Esperança. As demais serão implantadas no São Cristóvão e Habitar Brasil. A do Boa Esperança começou a ser construída em 05 de julho. Em menos de dois anos todas deverão estar em pleno funcionamento. Cada unidade tem um custo estimado de R$ 200 mil, custeado pela Igreja.
Uma avaliação sócio-econômica é o indicador da seleção das crianças que integram o projeto.
Conforme o pastor, o nome do projeto, Grão de Mostarda, foi escolhido porque é a menor semente de todas, mas quando cresce torna-se uma das maiores árvores. "As crianças são sementes que tem que ter contida nelas o grande potencial de se tornarem grandes líderes, pensadores, escritores, médicos, mas precisam de uma oportunidade real para desabrochar estas competências", detalhou Martins, ao ressaltar a qualidade do material aplicado na obra e na estrutura: "buscamos excelência na qualidade dos materiais empregados na obra e na estrutura, pois, reconhecemos que as crianças, para serem valorizadas, devem receber o melhor e não os restos".
Quanto à manutenção, a unidade do Maria Vindilina 2 tem um custo aproximado de R$ 1.500 mensais para a alimentação de pouco mais de 100 crianças, patrocinados pela empresas Crediforte, Criare, Juliana Calçados e CNA. Para as duas unidades a empresa Inviolável patrocinou toda a estrutura de segurança. O valor é doado mensalmente por patrocinadores. Já materiais didáticos e pedagógicos como livros, instrumentos musicais, cadernos, dentre outros, são custeados pela Igreja Batista Jardim Botânico, além de despesas mensais com salários, alimentação, energia, água, dentre outros, que ultrapassam R$ 5 mil.

Fonte: Só Notícias

Nenhum comentário:

JACO - ISRAEL

De todos os relatos da Torá, este é um dos mais envoltos em mistério. Conta-nos a história da luta entre um ser humano e um anjo e a da ...